Hoje iremos abordar um assunto interessante e necessário para o conhecimento de todos os marmoristas e empresários que estão iniciando no ramo de rochas ornamentais.

Tabela Geral:

  • Nivel de ruido db(A)
  • 85
  • 86
  • 87
  • 88
  • 89
  • 90
  • 91
  • 92
  • 93
  • 94
  • 95
  • 96
  • 98
  • 100
  • 102
  • 104
  • 105
  • 106
  • 108
  • 110
  • 112
  • 114
  • 115
  • Tempo permitido de exposição
  • 8h
  • 7h
  • 6h
  • 5h
  • 4h e 30min
  • 4h
  • 3h 30min
  • 3h
  • 2h e 40min
  • 2h e 15min
  • 2h
  • 1h e 45min
  • 1h e 15min
  • 1h
  • 45min
  • 35min
  • 30min
  • 25min
  • 20min
  • 15min
  • 10min
  • 8min
  • 7min

Funcionários e EPIS:

De acordo com os resultados apresentados na Tabela ao lado, os níveis de ruído são altos e podem causar danos à audição e à saúde do trabalhador se não usados os EPIs necessários. Se o tempo de exposição for maior que o estabelecido pela norma.
Resultam em: níveis de estresse mais elevados, dores de cabeça, insônia.
A perda auditiva induzida por ruído ocupacional são alguns dos efeitos causadores. Por isso, é necessário que o funcionário use o protetor auditivo tipo concha, com Certificado de Aprovação (CA) válido no Ministério do Trabalho, como mostra na imagem abaixo.

Este Equipamentos pode diminuir o nível do ruído de 14 a 17 dB, aumentando o tempo máximo de exposição.

Tabela na Marmoraria:

Medido no setor de produção.

  • Nível Exposto
  • 90,6 dB (A) – Corte do Mármore
  • 78 dB (A) – Colagem
  • 94 dB (A) – Acabamento
  • 101,4 dB (A) – Acabamento com serra elétrica
  • 86 dB (A) – Polimento
  • Nível de tolerância
  • 91 dB (A) – Corte do mármore
  • 85 dB (A) – Colagem
  • 94 dB (A) – Acabamento
  • 102 dB (A) – Acabamento com serra elétrica
  • 86 dB (A) – Polimento

Tempo Permitido:

Medido na Produção da Marmoraria.

  • Tempo Maximo de Exposição
  • 3h30min – Corte do Mármore
  • 8 horas – Colagem
  • 2h15min – Acabamento
  • 45min – Acabamento com serra elétrica
  • 7horas – Polimento

Existem meios de Diminuir os ruídos?

SIM. Atualmente existem serras, abrasivos e maquinas com sistemas “Silencioso” que são fabricados como a função de diminuir os ruídos na produção da marmoraria.

Serra Silenciosa reduz de 2 a 5%
Abrasivos silenciosos reduzem de 2 a 5%
Maquinas de grande porte reduzem 5 a 8%
Makitas Silenciosas reduzem 3%

Responsabilidade da Marmoraria com Funcionário:

De acordo com as características e a tecnologia presentes no processo
produtivo em diversas indústrias, principalmente em marmorarias, o uso de protetor
auditivo constitui um medida de controle importante na prevenção de perdas
auditivas induzida pelo ruído, junto com outras ações que devem ser implementadas
para o controle da exposição.
É de suma importância e responsabilidade da empresa:
– Fornecer protetor auditivo a todos os trabalhadores expostos ao ruído,
– Oferecer ao trabalhador opções de escolha de diferentes tipos de protetores que
contemplem os aspectos de conforto e eficiência de atenuação, de maneira a
proporcionar o compromisso de uso continuo ao longo da jornada diária,
– Fornecer locais adequados para guarda e higienização, isentos de poeira ou
outros contaminantes,
– Orientar os trabalhadores sobre a colocação de forma correta do protetor no
ouvido, especialmente para o método de inserção e os cuidados sobre sua
manipulação e higienização,
18
– Orientar os trabalhadores sobre a importância do uso contínuo do protetor ao
longo da jornada, ou seja, sempre que o trabalhador estiver exposto ao ruído,
– Manter um controle médico efetivo sobre as perdas auditivas dos trabalhadores
e sua evolução, por meio de Programa de Controle Médico de Saúde
Ocupacional que prevê a realização de audiometrias periódicas.
– Fornecer discos de corte com alma silenciosa para as operações de corte com
serras a úmido, visando a redução do ruído gerado nesse tipo de operação,
– Orientar os trabalhadores sobre os procedimentos e demais aspectos
relacionados ao controle da exposição ao ruído.
Cabe aos trabalhadores seguir as orientações e procedimentos fornecidos
pela empresa e utilizar de forma correta o protetor auditivo de modo continuo ao
longo da jornada de trabalho. Os itens citados anteriormente constituem ações
recomendadas em Programas de Conservação Auditiva (PCA) e devem estar
presentes nos Programas de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA) das
empresas.