Calculo de Produção

Usando como exemplo uma Poliborda de 12 cabeçotes, tendo 6 para acabamento frontal, 2 para bisote superior, 1 para bisote inferir, 2 para virada e 1 pingadeira.
Qual seria a produção diária, semanal e por mês em metros lineares?

Na velocidade máxima da esteira, uma pedra macia de 2 metros demora em torno de 45 a 60 segundos para sair pronta.
Na velocidade media, em trono de 100 a 120 segundos.
Na velocidade baixa, torno de 160 a 200 segundos. (recomendado para pedras mais duras)

Calculando que o dia de trabalho será de 8h, iremos converter as horas em minutos:
8 x 60 = 480 minutos
Então conclui-se que a cada minuto se passe 2 metros de pedra, a produção diária será de 960 metros lineares para pedras macias.

Semanalmente:
960 x 5 (dias) = 4.800 metros lineares 

Mensal:
4 (semanas no mês) x 4.800 = 19.200 metros lineares 

Em todas as polibordas automáticas produzidas pela maqfort existe em seu painel o controle de produção com senha.
Ou seja, o proprietário ou supervisor ira monitorar a produção do operador com máxima eficiência.

Obs: Este calculo acima é apenas uma suposição. Existem muitos fatores e variáveis que podem alterar o resultado.

Vídeo da Poliborda

Faça a Escolha Certa

O mais importante na hora da compra é identificar qual nicho de mercado pretende dar prioridade e qual será o publico alvo. Este processo de identificação é muito importante, pois evitará que você tenha um equipamento ocioso ou mesmo um equipamento que não atenda 100% as suas necessidades.

Após identificar o nicho e o publico alvo que pretende priorizar é hora de escolher a melhor configuração que lhe convém.

Cabeçotes disponíveis na Poliborda:

  • Acabamento frontal
  • bisote superior
  • bisote inferior
  • virada (face oposta)
  • pingadeira
  • Corte 45°

poliborda-virada-e-frontal

Painel

Controle de Produção da politriz de borda automática:
– Peças produzidas
– Horas trabalhadas
– Ativação de senha codificada

Tela de Alarmes:
Está tela é ativada para alertar ao usuário irregularidades na poliborda.
Por exemplo caso o avanço do cabeçote esteja desregulado, está tela ira indicar as possíveis correções.

Tela do controle de recuo e avanço:
O sistema pneumático pode ser alterado rapidamente para ajustar o tempo ideal dos cabeçotes.

Opção de regular individualmente todos os motores
Todos os contatores são de 1° linha blindados.

Inversor de frequência na esteira (potenciômetro)

Abrasivos recomendados:

A seguir uma tabela simples e pratica para facilitar você na hora da compra, cabe lembrar que a sequencia sugerida na tabela pode sofrer variações de acordo com o tipo de pedra utilizada e a qualidade de corte da serra.

Abaixo mostraremos a quantidade e cabeçotes e quais abrasivos aconselhamos.

Acabamento frontal:

D* = Diamantado

  • Cabeçotes
  • Abrasivos
  • Cabeçotes
  • Abrasivos
  • Cabeçotes
  • Abrasivos
  • Cabeçotes
  • Abrasivos
  • 1
  • D* 120
  • Cabeçotes
  • Abrasivos
  • Cabeçotes
  • Abrasivos
  • Cabeçotes
  • Abrasivos
  • 2
  • 50
  • 1
  • D*120
  • Cabeçotes
  • Abrasivos
  • Cabeçotes
  • Abrasivos
  • 3
  • 100
  • 2
  • 100
  • 1
  • D* 120
  • Cabeçotes
  • Abrasivos
  • 4
  • 200
  • 3
  • 200
  • 2
  • 200
  • 1
  • D* 120
  • 5
  • 400
  • 4
  • 400
  • 3
  • 400
  • 2
  • 200
  • 6
  • 800
  • 5
  • 800
  • 4
  • 800
  • 3
  • 400
  • 7
  • 1500
  • 6
  • 1500
  • 5
  • 1500
  • 4
  • 1500
  • 8
  • 3000
  • 7
  • 3000
  • 6
  • 3000
  • 5
  • 3000

Acabamento de Bisote:

  • Cabeçotes
  • Abrasivos
  • Cabeçotes
  • Abrasivos
  • Cabeçotes
  • Abrasivos
  • 1
  • 200
  • Cabeçotes
  • Abrasivos
  • Cabeçotes
  • Abrasivos
  • 2
  • 400
  • 1
  • 200 ou 400
  • Cabeçotes
  • Abrasivos
  • 3
  • 800
  • 2
  • 400 ou 800
  • 1
  • 200 ou 400